Resumo

Não tenho postado muito aqui porque não me acostumei muito ainda. Além disso, não tenho tido muito tempo pra isso. Posto pra mim mesmo. Como se fosse meu diário. Mas quando não consigo nem focar em coisas banais, não sinto vontade alguma de escrever sobre. Hoje estou menos exausto, estou orando para que durante meu dia o incomodo não volte como ele sempre faz. Um dia após o outro tentando melhorar, acho que é assim mesmo que devo fazer.

Hoje

Hoje não tomei meus remédios pra dormir, mas acabei passando o dia letárgico e sonolento. Chega a hora de dormir e nada acontece, permaneço ligado, checando de minuto a vida de outras pessoas.

Minha noite antes disso foi boa, fui numa festa e permaneci sóbrio, vendo como eram engraçadas as formas das pessoas se relacionarem. Era uma festa monocromática. Foi uma boa festa.

Acho que vou tentar dormir. Espero sonhar essa noite.

Trinta de Maio de Dois Mil e Dezenove

Não tive sonhos essa noite, tenho sono pesado quando tomo meu remédio pra dormir. Minha memória anda falha, mas tento aqui recapitular momentos do meu dia. Limpei todo o andar debaixo da minha casa, fumei muito cigarros e fiz exercícios. Fui a psicóloga e conversei sobre como minha cabeça tem funcionado um pouco melhor. Contei também de meus novos trabalhos artísticos e como eles refletem um pouco das coisas que andavam presas em mim. Lugar Nenhum; Pornografia ou O Desejo. Trabalhos que tiro de dentro daquele amontoado de coisas que residem dentro da minha cachola. Por fim, conheci uma artista muito interessante que dialogava muito com o trabalho Pornografia. Agora estou meio confuso, acho que por conta do remédio. Deixo aqui duas fotos das 26 que fiz ontem.

Faziam algumas semanas que eu não acordava tranquilo, sinto que agora consigo seguir meu dia sem que a pessoinha que me atazana o dia inteiro, o inquilino que alugou um quarto na minha cabeça. Acho que ele deve estar descansando, ou decidiu me dar uma trégua.

É um tanto cansativo viver com à cabeça eternamente ligada.

Inclusive não lembro bem dos meus sonhos de hoje. Uma pena, queria registrá-los